Curiosidades

Postado em 27 de Julho de 2015 às 17h09

Só uma boa higiene garante a saúde bucal

Arte e Face Higiene bucal é simples, rápida e essencial, mas, sua ausência ocasiona muitas doenças. A odontóloga e especialista em implantes e próteses dentárias da Clínica Arte & Face,...

Higiene bucal é simples, rápida e essencial, mas, sua ausência ocasiona muitas doenças. A odontóloga e especialista em implantes e próteses dentárias da Clínica Arte & Face, de Chapecó, Iara Giovana Gallon, explica que existe uma higiene bucal adequada quando os dentes ficam limpos e livres de resíduos alimentares, a gengiva não sangra nem dói durante a escovação e o uso do fio dental e o mau hálito deixa de ser um problema permanente.

É recomendável consultar o dentista do sempre que as gengivas doam ou sangrem durante a escovação dos dentes ou com o uso do fio dental. O caso merecerá mais atenção ainda se ocorrer, simultaneamente, problema de mau hálito. Iara alerta que essas manifestações podem indicar a existência de problemas mais graves.

A boa higiene bucal é uma das medidas mais importantes que cada individuo deve adotar para manter seus dentes e gengivas em ordem. Dentes saudáveis não só contribuem para uma boa aparência, mas são também importantes para falar bem e mastigar corretamente os alimentos. “Manter uma boca saudável é importante para o bem-estar geral das pessoas”, enfatiza a especialista.

A odontóloga Iara Gallon explica que os cuidados diários e preventivos, tais como uma boa escovação e o uso correto do fio dental, ajudam a evitar que os problemas dentários se tornem mais graves. Ela menciona medidas para diminuir significativamente o risco do desenvolvimento de cáries, gengivite e outros problemas bucais. São medidas simples como escovar bem os dentes no mínimo três vezes ao dia, usar fio dental diariamente, ingerir alimentos balanceados, evitar comer entre as principais refeições, usar produtos de higiene bucal, inclusive creme dental, que contenham flúor e usar enxaguante bucal com flúor se o dentista recomendar. Outra conduta importante é garantir que as crianças abaixo de 12 anos tomem água potável fluoretada ou suplementos de flúor.

Iara Gallon explica as técnicas corretas de escovação: colocar a escova em um ângulo de 45 graus em relação à gengiva; movimentar a escova, afastando-a da gengiva. Escovar delicadamente as partes internas, externas e de mastigação de cada dente com movimentos curtos de trás para frente. Com cuidado, escovar a língua para remover bactérias e purificar o hálito. Usar aproximadamente 40 centímetros de fio, deixando um pedaço livre entre os dedos; seguir com cuidado as curvas dos dentes. Limpar além da linha da gengiva, sem forçar demasiado o fio contra a gengiva.

PROBLEMAS

Cáries, gengivites, periodontites e a perda dos dentes são os efeitos da má higiene da boca. Felizmente, com os cuidados apropriados – como a limpeza correta e regular dos dentes – é possível prevenir a maioria desses problemas.”Se não limpamos bem nossos dentes todos os dias, corremos um grande risco de ter cárie. Seus sinais são aqueles furinhos visíveis nos dentes, dor ao mastigar e sensibilidade ou dor nos dentes”, expõe Iara Gallon.

Quando não são retirados regularmente, os carboidratos da comida e da bebida permanecem em contato com os dentes e servem de alimento para as bactérias responsáveis pela cárie. A placa começa a se formar sobre os dentes 20 minutos depois de comermos; portanto, quem gosta de beliscar toda hora precisa cuidar da limpeza dos dentes com mais freqüência, não apenas duas vezes por dia. Na verdade, essas bactérias estão praticamente sempre presentes na boca e a limpeza freqüente – além do baixo consumo de doces — acaba evitando a formação de cáries.

A boa limpeza dos dentes também evita que a cárie causada por bactérias progrida e se transforme em gengivite ou doença gengival. Por isso, a rotina recomendada de higiene bucal para manter os dentes limpos e sem cáries é a escovação três vezes por dia e uso diário do fio dental, visita ao dentista pelo menos uma vez por ano para fazer uma limpeza profissional e uma avaliação geral e assim detectar os problemas antes de eles se agravarem. 

Veja também

Diabetes afeta a saúde da boca29/07/15 Poucas pessoas sabem, mas existe uma ligação entre as doenças gengivais e diabetes. Pesquisas sugerem que pessoas com diabetes têm alto risco de adquirirem problemas bucais, como gengivite (um estágio inicial de doença gengival) e periodontite (doença gengival avançada com perdas ósseas). Ao alertar sobre os perigos resultantes da......
Próteses sobre implantes dentários no mesmo dia27/07/15 Muitos comerciais anunciam implantes com carga imediata, próteses no mesmo dia, enfim, uma variedade de atrativos com o intuito de angariar pacientes. Isso é possível? De acordo com a especialista em implantes e próteses......
Três grupos de tratamentos dentários exigem anestesia geral30/07/15 A odontologia evoluiu muito nos últimos anos. Um reflexo disso foi a grande mudança filosófica que houve na prática comum de tirar dentes e instalar dentaduras para a prevenção e a devolução de uma......

Voltar para Curiosidades